6ª etapa - Apoio continuado

6ª etapa - Dar apoio continuado

O coordenador deve manter-se atento e intervir sempre que necessário, para que os voluntários se sintam integrados e assumam bem o seu papel:
• Na escolha dos livros adequados aos beneficiários;
• No relacionamento com os alunos;
• Na resolução de imprevistos.

Seleção de livros e outros recursos

Desejando-se que a ação de voluntariado promova o interesse e o gosto pela leitura é indispensável escolher livros que agradem aos beneficiários e cujo nível de dificuldade seja adequado aos alunos envolvidos e ao tipo de atividade escolhido.

Para apoio da seleção pode recorrer-se às Listas de Livros Recomendados pelo PNL sendo também aconselhável recorrer à leitura de revistas, jornais e outros recursos em suporte digital, como a Biblioteca de Livros Digitais e o site Caminho da Leitura, disponíveis nas Bibliotecas Escolares ou nas Bibliotecas Públicas.

Algumas Regras para o Voluntariado de Leitura nas escolas

Procedimentos a seguir:

• Os docentes devem enquadrar os voluntários - dando apoio na escolha de livros, conversando a respeito dos alunos com quem irão ler e mantendo-se na retaguarda para verificar se se criam empatias;
• O tempo dedicado a cada sessão pode ser abreviado ou prolongado em função da adesão dos alunos;
• É importante verificar se na sessão ou ao longo das sessões há atitudes a corrigir, ou alterações na escolha de livros ou de parceiros de leitura;
• É desejável que o voluntário se possa ir apercebendo de progressos que conseguiu com a sua ação.

Procedimentos a evitar:

• Forçar seja quem for a inscrever-se como voluntário, nomeadamente alunos mais velhos do agrupamento;
• Escolher livros que embora agradem ao voluntário, aborreçam o leitor;
• Insistir na leitura de obras pelas quais o leitor não manifesta interesse;
• Responsabilizar os voluntários por resultados menos favoráveis ou por eventuais fracassos nas parcerias.