5.6 As sessões de leitura a par

- Pode recorrer-se a várias modalidades de leitura na mesma sessão, ou em sessões sucessivas, para tornar a actividade mais fácil e divertida:

- Leitura independente: a criança lê um livro que está ao seu alcance, com a ajuda do voluntário.

- Leitura alternada: a criança lê palavras ou passagens ao seu alcance e o voluntário lê as mais difíceis.

- Leitura a par: a criança e o voluntário lêem em coro. Geralmente, a criança espera que o voluntário leia as palavras mais difíceis para as repetir como se fosse um eco.

- Leitura em voz alta: Quando a criança ainda não consegue ler ou luta com dificuldades é útil e divertido ler-lhe livros em voz alta. Esta prática dá prazer, desperta o interesse pelos livros e motiva para aprender a ler.


- Seja qual for a modalidade, é importante dar ênfase à leitura, ir apontando as ilustrações e conversando sobre o significado das palavras e das frases.

- À medida que a leitura avança deve-se ajudar e encorajar dizendo por exemplo:

- Leste bem.

- Está quase bem.

- Gostei da forma como conseguiste ler essa frase.

- Tenta lá outra vez.

- Emendaste muito bem. Fico contente.

- Consegues ler alguma parte dessa palavra?

- Lê o princípio dessa palavra; agora continua a descobri-la.


- Durante a leitura, se a criança quiser, pode conversar-se sobre as peripécias da história, verificando se correspondem às ideias que ela tinha quando tentou adivinhar pelas ilustrações.

- No final da leitura é bom elogiar o esforço.

- No final deve conversar-se um pouco sobre a história, deixando que a criança faça perguntas, pedindo-lhe, por exemplo que diga qual foi a parte de que mais gostou, que reconte a história, ou que dê a sua opinião sobre o que aconteceu.

- Para ajudar a criança a pensar sobre a história, podem fazer-se perguntas.

- Se o voluntário achar útil e a criança aceitar, é bom reler partes que foram mal lidas ou que, por serem difíceis, se deixaram para depois.

- Se a criança quiser, pode reler o livro todo. A repetição dá confiança, aumenta a possibilidade de reconhecimento de palavras difíceis e permite que a criança tenha consciência de que progrediu em pouco tempo.

- Podem ler-se e reler-se várias vezes os livros de que a criança mais gosta.